Situação da família

Fábio da Luz Rosa - Pai, 31 anos, auxiliar de pedreiro
Rosemira da Luz Rosa - Mãe, 33 anos, catadora de lixo
Érica Ferreira da Luz Rosa - Filha, 3 anos


Por causa do acidente, a família saiu de Planaltina/GO, onde moravam há 8 anos, e mudou-se para a cidade de Sobradinho II, região administrativa do Distrito Federal. 

Chegaram à cidade desprovidos de pertences e, com a ajuda de campanha promovida pela assistente social Marcilene Frazão de Almeida Martins*, receberam brinquedos, cestas básicas, remédios, assim como dinheiro que possibilitou o adiantamento de quatro meses de aluguel. 

Hoje residem num barraco alugado pelo valor de R$ 300,00 mensais. O proprietário do imóvel, comovido com a situação da família, não cobra do casal os gastos com água e luz.

O pai recebia até então um valor de R$ 540,00, fruto do Auxilio Doença (INSS), restando para o sustento da família, após pagamento do aluguel, R$ 140,00. Hoje, recebida a alta, o senhor Fábio  voltará a buscar trabalho como auxiliar de pedreiro.

A mãe era catadora de reciclagem e, recentemente, com a ajuda de voluntários, conseguiu a aposentadoria de um salário mínimo.


*Marcilene, assistente social, tomava vacina no posto de saúde de Sobradinho II quando observou aquela senhora com a sua filha pelos corredores, aproximou-se e perguntou o que ocorrera com a criança. Sensibilizada, a senhora Marcilene, a partir daquele momento, abraçou a família tanto com um olhar assistencialista quanto profissional. Marcilene é quem assina o relatório de onde a maior parte das informações deste blog foram retiradas - veja aqui